sexta-feira, 30 de março de 2018

Boletim Clínico de Nuno Rogeiro para a Páscoa


Nuno Rogeiro, com hemorróidas.


Associated Press, 30/03/2018, 14:12 - As hemorróidas do comentador político Nuno Rogeiro nesta Páscoa piorarão em cerca de 38%, um número que a comunidade médica internacional considera "alarmante".
O detentor de vários recordes de narcisismo, eleito "O Homem Mais Vaidoso da Península Ibérica" por um painel de especialistas em Saúde Mental, vê assim o seu crónico problema proctológico agravado, devido à ingestão pouco cautelosa de amêndoas de chocolate e ovos de chocolate recheados de fios de ovos.


Esquema das hemorróidas de Nuno Rogeiro.


O conhecido palhaço, famoso pelos seus distintivos e repugnantes ruídos gastro-respiratórios e pelas suas opiniões de merda, declarou ontem, à saída da Clínica S. João de Deus, em Lisboa: "Hrrrmf... Grrrrunnnnnfff.... As minhas hemorróidas... Cóf... tal como a situação política nos Balcãs... Rrrrrrech... estão num estado relativamente grave... Hrrrmmm... mas não preocupante... Rrrrruunnnnffffff....".
Trajando casaco e gravata com calças de ganga, e enquanto mirava atentamente o seu reflexo nas vidraças e ajeitava a sua ridícula cabeleira, o popular monte de esterco respondeu a perguntas dos jornalistas sobre a ameaça terrorista prevista para Portugal nesta Páscoa: "Não digo que não seja grave... Mmmmrrrrrr... por uma vasta diversidade de razões que apenas iluminados como eu conseguem entender... Rrrrmmmmfffff... é inegável que o terrorismo... Brrrrrroooaaaacccc... é uma realidade, e que varia de proporções... Buuufffffffff.... como as minhas hemorróidas.... Hunf, hunf, hunf... Mas não nos iludamos quanto às prioridades e às coisas realmente importantes... Hum... Hummmm... Crrrrrrrrtchhhhh... ou seja: EU!".



Rogeiro voltará ao pequeno ecrã após a aplicação de Proctosan.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Chamamos a atenção para que comentários com ordinarices, insultos, má-educação, serão automaticamente aprovados. São especialmente bem-vindas ameaças de cargas de porrada, processos judiciais e tiros nos cornos. Comentários elogiosos serão implacavelmente censurados.