sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

O meu avô baterista


O meu avô foi um dos mais notáveis bateristas que já existiram. No entanto, apesar da sua técnica apurada e do seu sentido de ritmo refinadíssimo, entusiasmava-se em excesso e batia com tal força, que, após os primeiros compassos de qualquer composição, a bateria voava em peças. 50 anos de prática dedicada e 6 horas diárias de treino, não lograram acalmar-lhe os ânimos, pelo que nunca chegou a impor-se no panorama musical.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Chamamos a atenção para que comentários com ordinarices, insultos, má-educação, serão automaticamente aprovados. São especialmente bem-vindas ameaças de cargas de porrada, processos judiciais e tiros nos cornos. Grato!